Ciarte > Publicações >

O ensino da Conservação e Restauro e os problemas de articulação curricular: o caso do Instituto Politécnico de Tomar

< | >
Referência António João Cruz, Maria Teresa Desterro, “O ensino da Conservação e Restauro e os problemas de articulação curricular: o caso do Instituto Politécnico de Tomar”, Conservar Património, 23, 2016, pp. 97-101, doi: 10.14568/cp2015026
Editora URL
Publicação PDF
Resumo A formação que dá acesso à profissão de conservador-restaurador, neste momento, implica a frequência consecutiva de dois cursos - o de licenciatura e o de mestrado. Esta situação coloca um conjunto de problemas relacionados com as licenciaturas que dão, ou devem dar, admissão ao mestrado. Estes problemas são aqui discutidos com base na experiência do Instituto Politécnico de Tomar (Portugal).
Abstract At this time, the qualifications that give access to the profession of conservator-restorer require an undergraduate Bachelor degree followed by a postgraduate Master's degree. This poses a number of problems related to the Bachelor degree that gives, or should give, admission to the Master's degree. These issues are discussed here based on the experience of the Polytechnic Institute of Tomar (Portugal).