Ciarte > Publicações >

Entre a tradição e a modernidade: Os pigmentos ao dispor dos artistas e o conhecimento sobre esses materiais em Portugal no início do século XX

< | >
Referência António João Cruz, “Entre a tradição e a modernidade: os pigmentos ao dispor dos artistas e o conhecimento sobre esses materiais em Portugal no início do século XX”, ECR – Estudos de Conservação e Restauro, 1, 2009, pp. 93-112
Publicação HTML | PDF
Resumo Sob a forma de dicionário, são apresentados uns apontamentos manuscritos elaborados provavelmente na década de 1920 sobre a composição dos pigmentos utilizados em pintura e equivalências entre os respectivos nomes. O seu autor, não identificado, tinha experiência de preparação de pigmentos e significativos conhecimentos de química. O dicionário, com cerca de 150 entradas, pretende constituir um instrumento de trabalho útil para a interpretação das referências a pigmentos em fontes documentais da época. Além disso, permite saber quais os pigmentos com que poderá lidar uma intervenção de conservação e restauro de pintura do início do século XX.
Abstract  
Citação RIS
Compra